Espaço FVA recebe oficinas de formação de brigadistas do Mosaico do Baixo Rio Negro


Comunitários e lideranças das Unidades de Conservação do Mosaico do Baixo Rio Negro (MBRN) participam, até o dia 9 de novembro, no Espaço FVA de Novo Airão, de uma oficina de formação de brigadistas com capacidade de atuar no combate e prevenção de incêndios florestais na região. A atividade é promovida pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), em parceria com o Corpo de Bombeiros, e conta com apoio logístico e pedagógico da Fundação Vitória Amazônica por meio de recursos do WWF-Brasil.

“Além de ceder o Espaço FVA, estamos custeando a participação de oito pessoas da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Puranga-Conquista e dos nossos técnicos Heitor Pinheiro e Francisco Oliveira, que estão apoiando o curso”, explica o coordenador executivo da FVA, Fabiano Silva. Também participam da formação comunitários do Parque Estadual do Rio Negro Setor Norte, da RDS do Rio Negro e do Parque Nacional de Anavilhanas.

No início de dezembro e em fevereiro de 2020 a FVA realizará mais dois módulos da oficina, que abordarão temas complementares e atuação de jovens comunicadores. Ao final, o projeto deve beneficiar cerca de 60 pessoas de forma de direta e 1.000 de forma indireta.

“Neste primeiro módulo, que acontece agora, o foco é no uso de equipamentos de combate aos incêndios. Já os conteúdos complementares do segundo módulo serão diversos, como gestão de fogo no roçado, roçado sem fogo, construção de equipamentos alternativos de combate a incêndio, uso de ferramentas abertas de monitoramento, etc.”, completa Fabiano Silva.

Em paralelo à formação dos brigadistas no segundo módulo, a FVA realizará uma oficina de comunicação com jovens comunitários para que eles tenham ferramentas de alerta e mobilização em caso de incêndios florestais. Para viabilizar a estruturação de três grupos de brigadistas nas UCs do Mosaico, a Fundação também doará equipamentos de combate ao fogo e promoverá uma campanha de conscientização por meio da distribuição de boletins informativos.

SOBRE O MBRN

Inserido no Corredor Central da Amazônia, na Reserva da Biosfera da Amazônia Central, no Sítio Ramsar do Rio Negro e em parte de uma área que é Patrimônio Natural da Humanidade, o Mosaico do Baixo Rio Negro é composto por 11 Unidades de Conservação que protegem uma grande diversidade de espécies da fauna e flora e abriga numerosas espécies ameaçadas de extinção. Essas características conferem a essa região a classe de área de extrema importância para a conservação.

Share this post

Translate »