Desenvolvimento Socioeconômico Políticas Públicas Conservação Ambiental Geração de Conhecimento

 

A Fundação Vitória Amazônica – FVA – em parceria com a Secretária Adjunta de Floresta e Extrativismo – SEAFE – da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável – SDS – do Estado do Amazonas realizou entre os dias 3 a 11 de novembro de 2014 o “II Encontro de Piaçabeiros: O Futuro da Piaçaba”, com a participação de 165 coletores.

Os encontros aconteceram nas comunidades de piaçabeiros de Romão do Rio Aracá, Acuquaia do Rio Padauiri e Campinas do Rio Preto tendo como objetivo principal discutir os recentes acontecimentos da cadeia produtiva, com ações do Ministério Público Federal – MPF – para resgate de trabalho escravo, e as alternativas de futuro para a comercialização da fibra. Neste sentido foi exposto como o sistema de ‘aviamento’ atual, onde há troca de mercadorias por fibra em uma relação desigual para o coletor, configura escravidão pela dívida, e os vínculos entre patrão e freguês configuram relação trabalhista de empregador e empregado. Estes dois fatores motivaram a ação do MPF. Após a exposição deu-se continuidade ao debate sobre as possibilidades de organizações sociais em associações e cooperativas.

Durante os encontros também foram apresentadas as ações que vêm acontecendo desde 2012 promovidas pelo projeto que a FVA esta executando e financiado com recursos do Governo Federal. Um exemplo destas ações é a realização do Censo de Piaçabeiros para identificar o número de coletores e características gerais do extrativista. Também se destacou o Termo de Cooperação Técnica – TCT – assinado entre diversas instâncias do Governo Estadual e Federal, numa ‘força tarefa’ para executar um Plano de Ação de mudanças para a cadeia. Este Plano de Ação é divido em 6 eixos:

  1. Organização social, Empoderamento e Governança da Cadeia da Piaçaba,
  2. Produção sustentável,
  3. Relações Trabalhistas / Comerciais, Marketing e Comercialização,
  4. Regularização Fundiária,
  5. Cidadania,
  6. Monitoramento e Avaliação do Plano de Ação.  

Os participantes foram divididos em grupos de trabalho a partir dos eixos do Plano de Ação do TCT, para discutir as atividades de cada eixo e assim subsidiar as organizações que compõem o TCT. Nos grupos de trabalho, os piaçabeiros também debateram sobre como gostariam de se organizar, da necessidade de realizar mais encontros para discutir a realidade e as demandas dos piaçabeiros e da necessidade de entender melhor como funcionam as associações e cooperativas através de cursos.

Finalmente foram pensadas alternativas de futuro para a comercialização da fibra, dentre elas a própria vassoura tradicional. Conhecida como de ‘cabeça’ ou ‘pincel’, é tecida pelos próprios piaçabeiros sem uso de energia elétrica e sem outros componentes na estrutura. Com mais valor agregado e de maior durabilidade, pode representar uma alternativa real para os piaçabeiros a partir do resgate das demandas de mercado e o acesso a mercados diferenciados. A FVA trouxe também, as possibilidades com o cabo reciclado de juta. Trata-se de um resíduo da produção de fibra de juta, leve e com boa resistência e flexibilidade pode ser empregado como cabo para a vassoura tradicional. Esta complementação entre piaçaba e juta, além de interessante socialmente, exime o corte de madeira e uso de energia elétrica. É uma vassoura 100% orgânica.

Os encontros mostraram como o futuro da Piaçaba tem que ser planejado e trilhado pelos próprios piaçabeiros. É um caminho com inúmeros desafios, mas o cenário atual é positivo e as articulações interinstitucionais são propicias para a construção de um futuro melhor para os piaçabeiros.

Endereços FVA

Manaus - Rua Estrela D'Alva, 146,
Conjunto Morada do Sol
Aleixo - Manaus/AM
69060-093 - Brasil

Novo Airão - Rua Rui Barbosa, 30 - Centro
Novo Airão/AM
69730-000 - Brasil

Contate a FVA

Fone/Fax:
(092) 3642-4559
(092) 3302-7262
(092) 3236-3257
(092) 3302-7261
E-mail: fva@fva.org.br

(092) 3365-1630 - Novo Airão

Participe

É um grande prazer para a FVA ter você ou sua instituição como parceiros.
Para obter mais detalhes sobre os trabalhos desenvolvidos pela FVA, entre em contato conosco. O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Monday the 22nd. FVA - No Rio Negro, pela Amazônia.