Curso fortalece a cooperação entre Comunidades do baixo Rio Negro


“A inter-cooperação e a união de esforços entre organizações sociais permite aumentar a representação política e as sinergias nos negócios agroextrativistas”. Este foi um dos temas discutidos durante o 3° Curso de Gestão de Cooperativas e Associações, realizado entre os dias 22 a 24 de abril, na Comunidade do Canauini, Baixo Rio Branco (RR).

O Encontro reuniu 65 participantes de cinco associações e duas cooperativas de quatro bacias do baixo Rio Negro e teve como tema central a Gestão de Pessoas e Conflitos e como objetivo complementar a promoção da troca de experiências. O curso foi uma iniciativa conjunta realizada a partir dos projetos executados pela Fundação Vitória Amazônica (FVA), a Associação Trentino Insieme e a Liga de Ecopousadas.

Nesta terceira edição, a formação foi ministrada pelo professor da Escola Superior de Cooperativismo – ESCOOP, Fernando Dewes, com a discussão e promoção do dialogo inter-cooperativo mediado pelo técnico da FVA, Ignacio Oliete.

Liderança e motivação

“A temática do curso abordou as questões de liderança, motivação e capacidades do ser humano. O Professor Fernando, psicólogo de formação e cooperativista por convicção, retratou o potencial biológico de cada um e como todos têm condição de evoluir, crescer e expandir as capacidades cognitivas a partir da crença das próprias possibilidades”, destacou Oliete.

Coopera 1

O curso foi pautado na potencial individual, focando a ‘auto-estima’ como ferramenta de liderança e como todas as pessoas de diferentes formas e estilos, podem exercer a liderança sobre as próprias vidas e participar da mudanças que ocorrem ao seu redor. “Estes temas de desenvolvimento individual e liderança são elementos de base na organização social daí a necessidade de trabalhar fundamentos comportamentais”, acrescentou o técnico da FVA.

Conhecimento: base de todo líder

Durante o curso, uma das principais questões abordadas foi a necessidade de busca por conhecimento constante como fundamento para tomada de decisões corretas, além da importância do papel dos líderes de associações e cooperativas por constantes reciclagens que explorem elementos de gestão, limites e possibilidades de cada forma de organização social.

“A organização social e a organização empresarial abrangem campos jurídicos complexos que exigem aprimoramento constante por parte das lideranças”, apontou o professor Fernando Dewes.

Inter-cooperação

A palestra motivacional e de protagonismo social foi aplicada na discussão mais prática sobre inter-cooperação. O objetivo foi estimular a troca de ideias entre as lideranças para conformação de sinergias e aglutinação de esforços.

Coopera 6

Ainda de acordo com o técnico da FVA, o curso mostrou como a união e a representação junto com as organizações de classe, como o Conselho Nacional de Seringueiros (CNS), era muito importante e estratégico. “Esta união traz resultados interessantes também nas relações comerciais. Juntas, as associações e cooperativas que podem ser mais competitivas e fazer frente aos atravessadores”.

Em três dias de formação, a troca de experiências ficou evidente em diferentes momentos: nos intervalos, nas dinâmicas de grupos e a noite. Contudo, no último dia, o presidente da Cooperativa Mista Agroextrativista do Rio Unini – COOMARU, João Evangelista, palestrou sobre a necessidade de chamar a atenção da sociedade.

“Precisamos ser mais ouvidos porque o Rio Negro é muito esquecido pelos políticos e representantes, precisamos trazer eventos como o Chamado da Floresta para o Rio Negro onde ministros e secretários ouvem as necessidades do povo”, declarou a liderança da COOMARU.

Dados e números do Curso

65 participantes

4 bacias hidrográficas: Unini (2,7 milhões de ha.), Jauaperi (2,4 milhões de ha.), Jufaris (950 mil ha.) no Rio Negro e Xeruini (731 mil ha.) no Rio Branco.

5 Associações de moradores do Rio Unini e das comunidades de Canauini, do Lago Grande, da Terra Preta no Rio Xeruini e de Caicubí no Rio Jufaris.

2 Cooperativas: a COOMARU do Rio Unini e a COOPXixuau do Rio Jauaperi.

locais_desenvolvimento_PROJETO_new

 

Jovens Lideranças

3° Curso de Gestão de Cooperativas e Associações também abriu espaço para a manifestação e a troca de experiências entre as jovens lideranças das quatro bacias presentes no Curso. Com dinâmicas e atividades lúdicas, os jovens mostraram o potencial das novas gerações, além de conhecimento e engajamento com o movimento das associações e cooperativas.

O momento foi crucial, pois também debateram sobre a Resex do Rio Unini, sobre o projeto Jovens Protagonistas, ICMBio (Instituto Chico Mendes deConservação da Biodiversidade) e a participação ativa da FVA no projeto. Outro destaque ficou por conta da formalização e continuidade de novos eventos que fomentem a troca de experiências entre os jovens.

Coopera 7

Atividades lúdicas com a participação de jovens das comunidades participantes

 

Share this post

No comments

Add yours

Translate »