FVA participa da campanha ‘Sauim-de-Coleira, Uma Espécie que Pede Socorro’


A Fundação Vitória Amazônica (FVA) participou na tarde da última quarta-feira (04) do segundo dia da campanha ‘Sauim-de-Coleira, Uma Espécie que Pede Socorro’, realizada no Teatro Direcional, no Manauara Shopping, Zona Centro-Sul de Manaus.

Promovida pelo Governo do Amazonas, Prefeitura de Manaus e instituições federais, além da sociedade civil, representada por organizações não governamentais (ONGs), a campanha segue com atividades acerca da reflexão e a conservação do sauim-de- coleira, o planejamento urbano e a mobilização social.

Extinção

A sensibilização faz parte do Plano de Ação Nacional de Conservação (PAN) do sauim-de-coleira, coordenado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

O Sauim-de-Coleira (Saguinus bicolor), desde 2005 é o mascote oficial da cidade de Manaus, sendo uma das principais espécies com sério risco de desaparecer da fauna Amazônica em virtude do crescimento desordenado e o desmatamento na região urbana de Manaus.

Exposição SOS Sauim no hall do Teatro Direcional

Exposição SOS Sauim no hall do Teatro Direcional

Para o coordenador executivo da FVA, Fabiano Silva, a situação é mais crítica que o risco de extinção do espécime. “É algo que vai além da proteção do sauim, mas também de outras espécies que são importantes no contexto socioambiental da capital. Nos últimos 25 anos, a FVA vem acompanhando o crescimento e expansão da nossa cidade buscando entender a dinâmica do desmatamento, ocupação e uso do solo, principalmente, na Região Metropolitana de Manaus”, explicou.

Ainda de acordo com o coordenador, com base em análises de geoprocessamento e atividades de campo, a Fundação desenvolve estudos de qualidade ambiental das microbacias da RMM de forma a aprofundar o conhecimento a cerca do crescimento desordenado da capital e das áreas degradadas pela expansão imobiliária em áreas verdes na região.

Proteção

Com 25 anos de atuação, a FVA foi a primeira ONG ambientalista do Amazonas. Em 1992, lançou uma iniciativa pioneira na conservação e proteção da espécie com a campanha, ‘Sauim-de-Coleira de Educação para Conservação Guarde Uma Floresta Para Mim’ em Manaus. Em 1999, a entidade mais uma vez saiu com o alerta, lançando a campanha ‘Sauim-de-Coleira: Ele também tem o direito de viver’ com o foco voltado ao público da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) com o propósito de aumentar o poder de fiscalização no campus universitário da instituição, através da formação em Agentes Ambientais Voluntários.

Share this post

No comments

Add yours

Translate »